Alckmin visita feira do MST e diz que reforma agrária faz parte da democracia

Vice-presidente da República circulou por todos os espaço da feira acompanhado de ministros e dirigentes do movimento

Da Redação
14/05/2023 - 18:18
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Alckmin visita feira do MST e diz que reforma agrária faz parte da democracia

O vice-presidente da República Geraldo Alckmin (PSB) visitou neste sábado (13) a IV Feira Nacional da Reforma Agrária, promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), no Parque da Água Branca, em São Paulo (SP).

Alckmin conheceu os frutos da luta das famílias sem terra e acompanhou o ato em defesa da Reforma Agrária no Palco Arena. Ele estava acompanhado dos ministros do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), Paulo Teixeira, e do Trabalho e Emprego (MTE), Luiz Marinho, além do governador do Ceará, Elmano de Freitas e do presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto.

Ao todo, apenas de frutas e verduras, são 500 toneladas de alimentos saudáveis comercializados. Toda essa diversidade foi trazida de áreas do MST em 23 estados brasileiros. Há também produtos agroindustrializados à venda das mais de 120 cooperativas do movimento distribuídas pelo país.

Alckmin circulou por todos os espaços da feira, além de conhecer as cozinhas de todas as regiões do país, no espaço Culinária da Terra.

Entre as barracas preferidas visitadas pelo vice-presidente está a do primeiro sorvete produzido pelo MST, o Gelato do Campo. O produto artesanal foi lançado na feira e é produzido na Escola Sorvete a partir das frutas de assentamentos e acampamentos do MST no estado de São Paulo.

A Feira

A IV Feira Nacional da Reforma Agrária entra em seu terceiro dia de atividades. Além dos espaços de comercialização de produtos e alimentos saudáveis, seminários e oficinas integram a programação. Às 18h, a Feira oferece o show gratuito de Gaby Amarantos, Johnny Hooker e Escola de Samba Camisa Verde e Branco.

Acompanhe: Jorge Aragão e Yago Opróprio fecham o 2º dia da Feira Nacional do MST com milhares de pessoas

A Feira é aberta ao público e será realizada até domingo (14). Após o encerramento serão doadas cerca de 25 toneladas de alimentos. Os donativos farão parte da ornamentação do Parque da Água Branca nos quatro dias de atividades e serão encaminhados a pessoas em situação de vulnerabilidade social na sequência.

Integrante da coordenação nacional do Movimento, Delweck Matheus contou ao Brasil de Fato que haverá um ato simbólico para entrega dos alimentos, contando com a presença de lideranças de organizações que colaboraram com o MST durante as campanhas de solidariedade nos períodos mais graves da pandemia.

“O ato de solidariedade é uma sequência da conferência [uma das atividades previstas na programação da Feira]. Após a conferência vamos ter esse momento simbólico de chamar essas organizações para fazer essa entrega”, destacou.

Edição: Daniel Lamir