Aparecida oferece bicicross para crianças autistas

Além de auxiliar na socialização, esporte ajuda a desenvolver a coordenação motora, o equilíbrio e a autoconfiança

Da Redação
03/11/2023 - 05:47
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Aparecida oferece bicicross para crianças autistas

Além de auxiliar na socialização, esporte ajuda a desenvolver a coordenação motora, o equilíbrio e a autoconfiança

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia, através da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, realizou nesta quarta-feira (1º) mais uma aula de um projeto inédito criado para ensinar bicicross gratuitamente a crianças e adolescentes diagnosticados com autismo moderado. As aulas ocorrem às quartas-feirasàs 19h30, na pista do Parque da Criançano Setor Mansões Paraíso, onde ocorreu ontem o treino.

A iniciativa é realizada em parceria da Secretaria de Esportes com o Clube Fernandes de Ciclismo e o Instituto Janildes Fernandes. Há vagas disponíveis para crianças de 7 a 16 anos. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (62) 98151-4763 (tratar com Ronny) e 3280-2866 (diretamente na Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude).

Secretário de Esportes de Aparecida, Gerfeson Aragão explicou que o projeto já inicia com bicicletas e equipamentos de segurança disponíveis para 20 alunos. “Aparecida sai na vanguarda com essa ação inovadora. Normalmente, as mães de autistas ouvem sempre um ‘não’ para seus filhos, mas a Prefeitura de Aparecida e a Secretaria de Esportes dizem ‘sim’ para eles, que aprendem aqui sobre respeito, compromisso e companheirismo.”

Com apenas 3 anos de idade, Daniel Laurentino esbanja simpatia nas aulas de bicicross – Foto: Brunno Moreira

O projeto atende atualmente quatro crianças diagnosticadas com espectro autista, além de outros jovens que encontram no bicicross uma atividade de socialização, respeito e aprendizado. “É um projeto muito importante porque dá aos nossos filhos a oportunidade de se desenvolverem, de interagir com outras crianças e de serem valorizados”, comentou a esteticista Jairine Laurentino, mãe do aluno Daniel Laurentino, de 3 anos.

Segundo o secretário Gerfeson Aragão, o bicicross também desenvolve nas crianças uma melhor coordenação motora, equilíbrio e autoconfiança.