Atletas de Aparecida levam Ouro no Grand Slam de Taekwondo e garantem vaga na Seleção Brasileira

Dângela Guimarães e Patrik Cardoso foram campeões do Grand Slam de Taekwondo, no Rio de Janeiro; atletas irão participar do pan-americano, em maio, e buscam vaga nos Jogos Olímpicos de Paris

Da Redação
12/03/2024 - 08:44
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Atletas de Aparecida levam Ouro no Grand Slam de Taekwondo e garantem vaga na Seleção Brasileira

Dângela Guimarães e Patrik Cardoso foram campeões do Grand Slam de Taekwondo, no Rio de Janeiro; atletas irão participar do pan-americano, em maio, e buscam vaga nos Jogos Olímpicos de Paris

No domingo, 10, dois atletas de Aparecida de Goiânia fizeram bonito no Grand Slam de Taekwondo, no Rio de Janeiro. O Grand Slam 2024 foi organizado pela Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD) e proporciou aos atletas a oportunidade de demonstrar suas habilidades e conquistar uma posição de destaque no cenário nacional.

 

Dângela Guimarães, 23 anos, venceu as três lutas que disputou e faturou a medalha de ouro na categoria até 46 quilos, na Arena Carioca 1. A vitória garante a atleta no Pan-Americano de Taekwondo, que será disputado em maio. Além disso, ela será titular da Seleção Brasileira da modalidade esportiva pelo segundo ano consecutivo.

“Estou me dedicando muito. A preparação é intensa com treinamentos físicos, técnicos e tem ainda a questão psicológica. Não tenho dúvida que o pan-americano será muito importante para continuar com chances de conquistar vaga nos Jogos Olímpicos de Paris”, diz Dângela.

Dângela Guimarães via representar aparecida de Goiânia no munidal de taekwondo

Dângela Guimarães via representar aparecida de Goiânia no munidal de taekwondo (Foto: Wigor Vieira/arquivo)

Patrik Cardoso, 23 anos, também venceu as três lutas que disputou, assegurando a medalha de ouro e vaga pela primeira vez no time titular da seleção nacional. “Em maio, irei disputar o pan-americano e imagino que antes será realizado um período de treinamento com a seleção brasileira, no Rio de Janeiro mesmo”, comenta.

As conquistas recentes e o primeiro lugar no ranking brasileiro, na categoria acima de 87 quilos, credenciaram Patrik para brigar por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris. A vaga de titular no time brasileiro aumentou a expectativa do atleta. “Estou treinando bastante e, agora, vai depender muito do meu desempenho no camping da seleção e também no pan-americano. Vou seguir trabalhando para, quem sabe, ter a oportunidade de representar Aparecida de Goiânia nas Olímpiadas 2024”, completa.

Patrik Cardoso é o número 1 do ranking nacional na categoria acima de 87 quilos (Foto: Divulgação/arquivo)

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano, parabenizou os atletas e disse que está torcida para que ambos conquistem a tão sonhada vaga olímpica. “Esses dois meninos, assim como tantos outros atletas, representam muito bem nossa cidade em competições nacionais e internacionais. Parabéns para Dângela e também para o Patrik! Estamos na expectativa para ver a bandeira de Aparecida nas Olimpíadas”.

Apoio

Patrik e Dângela são beneficiários do Aparecida Compete. O Programa da prefeitura, através da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, assegura a participação de atletas de alto rendimento em competições regionais, estaduais e internacionais.

O repasse financeiro, mediante comprovação dos gastos, assegura a inscrição nas competições, passagens terrestres ou áreas, hospedagem e alimentação dos atletas que representam Aparecida de Goiânia.

 

“O Aparecida Compete representa uma virada de chave no esporte de nossa cidade. Hoje, temos dezenas de atletas percorrendo o mundo e representando muito bem Aparecida. Antes, muitos até conquistavam vaga nas competições, mas não participavam porque não conseguiam comprar uma passagem ou até mesmo não tinham o dinheiro para a hospedagem”, explica o secretário de Esporte, Gerfeson Aragão.

Aragão acrescenta ainda que a administração municipal também oferece infraestrutura adequada para preparação dos atletas locais. “Temos vários espaços utilizados nos treinamentos como, por exemplo, o Estação Cidadania-Esportes, na Região Leste, temos o Centro Olímpico e ginásios que estão sendo reformados. Aparecida de Goiânia entende o esporte como investimento e não como gasto”, completa o secretário.