Brasil vence a Inglaterra com gol de Endrick

Na estreia do técnico Dorival Júnior, seleção vence o time da casa com um gol do jovem Endrick

Da Redação
24/03/2024 - 05:21
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Brasil vence a Inglaterra com gol de Endrick

Na estreia do técnico Dorival Júnior, seleção vence o time da casa com um gol do jovem Endrick, de 17 anos. Capitão defendeu conscientização dos atletas a partir da base

RBA -A seleção brasileira venceu a Inglaterra neste sábado (23), no tradicionalíssimo estádio de Wembley, em Londres. O gol solitário foi marcado pelo jovem Endrick, de apenas 17 anos, revelação do Palmeiras que a partir do segundo semestre será atleta do Real Madrid. Em um contra-ataque, aos 34 minutos do segundo tempo, Vini Jr. parou no goleiro Pickford, mas Endrick aproveitou o rebote e tornou-se o mais jovem a marcar em Wembley. Um time que apresenta uma nova geração, como o próprio atacante Vini (23 anos) e o zagueiro Beraldo (20).

Com isso, o Brasil conquista sua 12ª vitória contra o English Team, que tem só quatro triunfos. Os confrontos registram ainda 11 empates, de acordo com os dados da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Brasil x Espanha na terça

A partida foi bem disputada, com as duas seleções criando oportunidades. O time comandado por Dorival deixou boa impressão. Na próxima terça-feira (26), às 17h30, a seleção faz outro amistoso internacional, desta vez contra a Espanha, em Madri. Ontem, os espanhóis perderam para a Colômbia, também por a 1 a 0.

Mas, apesar da expectativa em relação aos primeiros jogos da “era Dorival”, o que chamou a atenção nos últimos dias foi a repercussão das condenações de dois ex-craques da própria seleção, Robinho e Daniel Alves. Durante a semana, a chefe da delegação brasileira na Europa, Leila Pereira, presidenta do Palmeiras, afirmou que a possibilidade de Dani Alves sair sob pagamento de fiança representa “um tapa na cara de todas as mulheres”. Para ela, a impunidade é “semente” de mais violência.

Desde a base

Até então, havia silêncio na própria CBF em relação ao tema. Em entrevista coletiva, o lateral Danilo, capitão da seleção brasileira, respondeu perguntas sobre o assunto e defendeu a necessidade de conscientização desde as categorias de base.

“É importante passar por essa conscientização dentro da base do Brasil, mas refletir também que não acontece só no futebol. É reflexo da sociedade. Nós, enquanto atletas de alto nível, temos que entender nosso papel, que nossas ações têm poder de influenciar positivamente ou negativamente. Temos que entender o papel de jogar futebol, mas também de servir de exemplo de comportamento, de como lidar fora de campo, para a juventude”, disse Danilo, que atua pela Juventus, na Itália.

Homenagem a Zagallo

Dorival classificou o tema de “delicado” e disse se solidarizar com o sofrimento das famílias dos envolvidos, “especialmente as vítimas”. Mas lembrou de Robinho como “uma pessoa maravilhosa”. Eles conviveram em 2010, quando o técnico era treinador do Santos.

As camisas usadas hoje pelos jogadores brasileiros tinham uma imagem com homenagem a Zagallo. O ex-jogador e ex-treinador morreu em janeiro, aos 92 anos.