Caça Gripen do Brasil ‘bate’ aeronaves F-22 e F-35 dos EUA, diz ex-oficial da OTAN

Um ex-oficial da OTAN afirmou à revista National Interest que o caça JAS 39 Gripen é uma das melhores aeronaves da Terra, exceptuando os aviões furtivos F-22 e F-35 dos EUA.

Da Redação
15/11/2023 - 03:58
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Caça Gripen do Brasil ‘bate’ aeronaves F-22 e F-35 dos EUA, diz ex-oficial da OTAN

Um ex-oficial da OTAN afirmou à revista National Interest que o caça JAS 39 Gripen é uma das melhores aeronaves da Terra, exceptuando os aviões furtivos F-22 e F-35 dos EUA.
O Gripen, projetado para enfrentar ameaças, é um avião multifuncional capaz de realizar interceptação, ataque terrestre e missões de reconhecimento.
De acordo com especialistas citados pela NI, a aeronave, mesmo não sendo furtiva, possui capacidades relevantes, inclusive para superar as aeronaves norte-americanas.
Um dos países que contam com as capacidades da aeronave sueca é o Brasil, que fechou a compra das aeronaves em 2014.
A aeronave brasileira conta com um novo sistema de comando de voo (FCS, na sigla em inglês) que dispõe de novas leis de controle e modificações tanto no hardware como no software.
O Gripen é um caça polivalente de quarta geração, que reúne em uma aeronave as características de caça, avião de ataque e reconhecimento.
O caça sueco é apresentado como “um caça inteligente”, dotado de modernos radares e sistemas eletrônicos.
O avião pode usar um amplo leque de armas de acordo com a missão, sendo os armamentos instalados em dez pontos de fixação na fuselagem. A velocidade do novo avião atinge os 2.000 quilômetros por hora.