Cicloturismo: quantos km pedalar por dia?

0
445

Quantos km pedalar por dia em uma cicloviagem? Essa é uma das perguntas mais feitas pelos leitores do blog, e a vejo com bastante frequência nas listas de emails e grupos da internet. Se os cicloturistas experientes levaram algum tempo (e muitos quilômetros) para encontrar a resposta, uma coisa é certa: essa é dúvida de praticamente todo cicloturista iniciante.

Pensando nisso, resolvi fazer esse post para tentar responder a essa pergunta. As informações que apresento aqui também estão no Guia para Viajar de Bicicleta – Volume 2, um ebook com download gratuito que contém mais de 30 dicas para você utilizar nas suas cicloviagens. No final desse post tenho também outros links para artigos relacionados.

Mas agora, a pergunta que não quer calar:

Quantos km pedalar por dia em uma cicloviagem?

Quem me dera ter uma resposta exata para isso, mas vou apresentar aqui elementos pra você levar em consideração na hora de obter a resposta ideal para você.

Quando vamos decidir o quanto pedalar por dia temos que levar em conta essas 4 variáveis, que se relacionam entre si.

1 – SEU CONDICIONAMENTO FÍSICO

Esse é o principal ponto. O seu nível de condicionamento vai interferir diretamente no seu planejamento de distância diária percorrida. Por isso, não tente se desafiar muito além do que está acostumado a pedalar / treinar normalmente.

Se você já pedalou um máximo de 80 a 100km em um dia, pode estabelecer metas diárias de até 60km por dia, por exemplo.

Você deve imaginar que vai pedalar com a bicicleta carregada, e talvez em mais dias seguidos do que costuma pedalar normalmente.

2 – A ALTIMETRIA DO PERCURSO

Imagine dois trechos com a mesma distância: 30km, por exemplo. O primeiro trecho é totalmente plano, enquanto o segundo apresenta metade da distância (15km) de subidas alternadas. O segundo percurso vai exigir mais do seu condicionamento e levará mais tempo pra ser percorrido.

Por isso é importante que você estude a altimetria do percurso para definir quantos km pedalar por dia.

3 – O TIPO DE TERRENO

Além da quantidade de subidas, é claro, o terreno. Eu classificaria a dificuldade de cada tipo de terreno na seguinte ordem, do mais fácil para o mais difícil:

1º – Asfalto

2º Estrada de terra – variando do estradão de terra batida até estradas com buracos/cascalho/pedregulhos etc;

3º Trilhas mais estreitas e técnicas ou estradas com muita lama (no caso de chuva)

4º Areia da praia

Neste caso, vale a mesma regra usada para a altimetria: estude o tipo de terreno que você vai pedalar para calcular quantos km pedalar por dia. É claro que muitas cicloviagens podem combinar vários tipos de terrenos (inclusive algum não listado acima), então atenção: se for tudo por asfalto, você pode pedalar uma distância maior. Se for combinando ou por outros terrenos, vá diminuindo a distância.

4 – O NÚMERO DE DIAS DA CICLOVIAGEM X OPÇÕES TURÍSTICAS X DESCANSO

Parece uma equação matemática! Você deve fazer uma relação entre o número de dias da sua cicloviagem, levando em conta as suas opções turísticas (o que quer visitar, por onde quer passear…) e é claro, a sua necessidade de descanso!

Se você vai viajar por muitos dias, eu aconselho colocar dias de descanso intercalando alguns dias de pedal. Isso vai depender do seu condicionamento físico e também das opções turísticas que você fez. Você pode pedalar 2 ou 3 dias, por exemplo, e descansar um dia (ou mais) em uma cidade que mereça um tempo maior de visita, que tenha alguma atração que você queira ver, ou parentes e pessoas queridas para visitar.

Se você tiver pouco tempo e precisar pedalar todos os dias, sugiro distâncias menores, para chegar cedo ao seu destino do dia e ainda ter um tempinho para descansar e aproveitar o local aonde você estiver.

UMA PROPOSTA DE QUILOMETRAGEM DIÁRIA PARA O CICLOTURISMO

No início do post eu disse que os cicloturistas experientes levaram muitas viagens e muitos quilômetros para saberem qual distância diária percorrer. Vendo o tanto de variáveis que devem ser levadas em consideração fica claro que a experiência é fundamental. E a cada viagem você irá aprimorando o seu planejamento!

Mesmo assim, eu separei pra você uma proposta que você pode adaptar para sua cicloviagem, levando em conta as 4 varáveis acima.

Sugestão do André: eu gosto muito de aproveitar os locais que visito, tanto quanto pedalar. Levando em conta o meu condicionamento físico e minha distância de referência, eu faço minhas cicloviagens observando a seguinte programação:

  • Asfalto: entre 50 e 100km, dependendo da altimetria.
  • Terra: entre 40 e 70km, dependendo da altimetria
  • Não pedalar o seu máximo (no meu caso, 100km) por dois dias seguidos

Dessa forma, saindo cedo para pedalar e calculando um tempo entre 4 a 8 horas de pedal por dia (dependendo da distância e da dificuldade), eu chego na próxima cidade ou localidade a tempo de me instalar no hotel/pousada/camping etc. e ainda curtir aquele dia na cidade, passear, tirar fotos etc.

[Nota do blog]: Essas dicas e mais de 30 páginas com tudo o que você precisa saber para viajar de bicicleta estão no Guia para Viajar de Bicicleta – Volume 2. O download é gratuito!

DICAS FINAIS

Espero que esse post tenha te ajudado na preparação e planejamento de seus treinos e cicloviagens. Lembre-se: cicloturismo não é apenas percorrer distâncias!

Se você chegou aqui com essa pergunta, talvez se interesse por esses outros assuntos relacionados:

5 dicas para pedalar longas distância: o artigo mais acessado do Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta.

Alimentação para treinos e provas de longa duração: as dicas podem ser adaptadas para cicloviagens, onde passamos grande parte do tempo pedalando.