Datafolha: Lula abre 13 pontos de vantagem sobre Bolsonaro

Lula mantém vantagem contra o candidato à reeleição, após entrevistas ao JN, debates e início do horário eleitoral e quase um mês de Auxílio Brasil

Da Redação
02/09/2022 - 04:00
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Datafolha: Lula abre 13 pontos de vantagem sobre Bolsonaro

Lula mantém vantagem contra o candidato à reeleição, após entrevistas ao JN, debates e início do horário eleitoral e quase um mês de Auxílio Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT, da coligação Brasil da Esperança, segue na frente na disputa presidencial com 45%, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (1º).

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece com 32%. O levantamento traz oscilação de 2 pontos percentuais diferença entre Lula e o atual presidente, em relação a duas semanas atrás. A vantagem que hoje está em 13 pontos, no último dia 18, a vantagem de Lula era de 15 pontos. Lula oscilou esses mesmos 2 pontos para baixo, enquanto Bolsonaro manteve o mesmo percentual.

Ciro Gomes (PDT), oscilou de 7% para 9%, mas Simone Tebet (MDB), cresceu 3 pontos, de 2% para 5%. Os brancos e nulos soman 4%, ante 6% na pesquisa anterior. Os demais candidatos – Vera Lúcia (PSTU), Pablo Marçal (Pros), Sofia Manzano (PCB), Felipe d’Ávila (Novo), Soraya Thronicke (União Brasil), Eymael (DC), Léo Péricles (UP) e Roberto Jefferson (PTB) somam 3%.

Intenção de voto estimulada

  • Lula: 45% (47% no Datafolha anterior, de 18 de agosto)
  • Jair Bolsonaro: 32% (32%)
  • Ciro Gomes (PDT): 9% (7%)
  • Simone Tebet (MDB): 5% (2%)
  • Soraya Thronicke (União Brasil): 1% (0%)
  • Pablo Marçal (PROS): 1% (0%)
  • Felipe d’Avila (NOVO): 1% (1%)
  • Vera (PSTU): 0% (0%)
  • Sofia Manzano (PCB): 0% (0%)
  • Constituinte Eymael (DC): 0% (0%)
  • Léo Péricles (UP): 0% (0%)
  • Roberto Jefferson (PTB): 0% (0%)
  • Em branco/nulo/nenhum: 4% (6%)
  • Não sabe: 2% (2%)

Desse modo, a soma de todos os adversários de Lula chega a 49% – um empate técnico em relação aos 45% de Lula. Assim, a pesquisa indica que as ida de Bolsonaro não está garantida. Mas fica mais estreita a possibilidade de Lula vencer no primeiro turno. Num, eventual segundo turno, a vantagem ainda é larga a favor do candidato da coligação Brasil da Esperança: 53% a 38% (era 54% a 37% em 18 de agosto)

A pesquisa realizada entre terça-feira (30), com 5.734 entrevistas, está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob número BR-00433/2022. A margem é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Desse modo, o Datafolha já leva em consideração as entrevistas dos principais candidatos ao Jornal Nacional, na semana passada. Além disso, já sob eventuais impactos dos primeiros dias de horário eleitoral obrigatório, iniciado na sexta (26). E também do debate do último domingo (28).

Fonte: RBA