Eddie Alvarez nocauteia Rafael dos Anjos, e Brasil fica sem título do UFC

0
416

País não ficava sem um campeão da organização desde 2006, quando Anderson Silva

O Brasil não ficava sem nenhum cinturão do UFC desde o dia 14 de outubro de 2006, quando Anderson Silva iniciou sua jornada histórica no UFC 64, nocauteando Rich Franklin e conquistando o cinturão dos pesos-médios da organização. Quase dez anos depois, o país voltou a não possuir nenhum cinturão mundial. Único representante do país na galeria dos campeões do UFC, o peso-leve Rafael dos Anjos teve seu cinturão tomado pelo americano Eddie Alvarez nesta quinta-feira, em Las Vegas, ao ser nocauteado aos 3m49s do primeiro round.

Emocionado e vibrando muito, fazendo vibrar o público presente à MGM Arena, Alvarez mostrava estar consciente de que sua vitória e seu título foram merecidos.

– É um sonho realizado conquistar o cinturão de campeão mundial. Agradeço à toda a minha família e à minha equipe, que foram as pessoas que me apoiaram e me fizeram chegar até aqui – disse o americano, que após a vitória subiu na grade e apontou para Nate Diaz, que estava na plateia, dando a entender que gostaria de enfrentá-lo.

A luta

O primeiro round começou com Alvarez acertando um chute na perna do brasileiro, que respondeu com dois golpes e um chute de esquerda. Os dois lutadores se movimentavam muito bem e Dos Anjos aproveitou uma aproximação de Alvarez para encaixar uma guilhotina, que por pouco não ficou indefensável para o americano. Alvarez levantou-se, e recebeu uma joelhada no rosto, sem muita força. O americano acertou um duro golpe de direita que balançou o campeão. Dos Anjos tentava se defender como podia, mas Alvarez mantinha a pressão, até que Herb Dean foi forçado a interromper a luta, decretando o nocaute técnico e a derrota de Rafael dos Anjos logo no primeiro round.