Em Aparecida, Castração social beneficia mais de 600 cães

Serviço implementado em 2023 favorece famílias de baixa renda e ajuda no controle da população animal

Da Redação
26/04/2024 - 05:21
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Em Aparecida, Castração social beneficia mais de 600 cães

Serviço implementado em 2023 favorece famílias de baixa renda e ajuda no controle da população animal

A castração gratuita de pets realizada pela Prefeitura de Aparecida já conseguiu evitar o nascimento indesejado de 16 mil cães desde que foi implementada, há nove meses. É o que estima a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, responsável pela oferta desse serviço no Mutirão de Aparecida, realizado nos bairros a cada 20 dias.

Em convênio firmado com a Clínica Veterinária Vila Pop, o órgão possibilitou a castração de mais de 600 animais desde agosto de 2023. Na maioria das vezes, são pets de famílias de baixa renda, que não têm condições financeiras de arcar com o procedimento em clínicas particulares.

Além disso, o serviço é prestado para cuidadores de animais, que acolhem cachorros abandonados na cidade, e empresas e órgãos públicos que também adotam cães de rua. Os pets já saem da clínica móvel com roupa cirúrgica, chip localizador e medicamentos cedidos gratuitamente para ajudar na reabilitação pós-cirurgia. A recuperação completa ocorre de cinco a sete dias após a castração.

“Nós assumimos a castração como política pública, pensando no bem-estar dos pets e no controle da população animal, que merece todo o respeito do poder público”, afirma a secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Valéria Pettersen.

Pets já saem da clínica móvel com a roupa cirúrgica, chip localizador e medicamentos cedidos gratuitamente – Foto: Jhonney Macena

A gestora explica que a cada Mutirão de Aparecida são feitas 80 castrações. Ao menos uma dessas cirurgias fica sempre reservada a cuidadores de animais. Três veterinários se revezam para fazer os procedimentos na sexta e no sábado.

“A castração era uma demanda antiga dos moradores. E como a nossa gestão se preocupa com a cidade por inteiro, cuidando também da população animal, nós implementamos esse serviço no Mutirão de Aparecida, que é um programa descentralizado, realizado em todo o nosso município”, diz o prefeito Vilmar Mariano.

Mudança de paradigma

A secretária Valéria Pettersen avalia a oferta da castração social como uma mudança de paradigma na política pública de defesa da população animal de Aparecida. Valéria pontua que as despesas com o procedimento são pagas com recursos do município provenientes de multas recolhidas por danos causados ao meio ambiente.

“É uma lição que Aparecida de Goiânia está dando de que é possível prestar um serviço público de qualidade”, acrescenta Valéria. Segundo ela, os recursos das multas são usados também para modernizar os equipamentos usados por profissionais da Secretaria de Meio Ambiente e plantar novas mudas de árvores.

Castração social já beneficiou mais de 600 animais, promovendo bem-estar aos cães que passam pelo procedimento – Foto: Claudivino Antunes

Como conseguir a castração

As senhas para a castração de pets são distribuídas sempre na semana do Mutirão de Aparecida, às terças-feiras à tarde. Para ser castrado, o cachorro deve ser de raça não definida e estar em boas condições de saúde, que são atestadas por um exame de sangue realizado no momento da triagem.

Se houver alguma pendência nos documentos apresentados pelo tutor, ele tem mais três dias de prazo para acertar sua situação até a abertura do mutirão, na sexta-feira. Moradores da comunidade em geral, cuidadores de animais e órgãos públicos e empresas que adotam cães abandonados na rua podem obter mais informações pelos telefones (62) 3238-7212 e 3238-7214.