Estudante da rede municipal de Aparecida recebe prêmio em concurso de redação

Lívia elaborou uma redação abordando a importância da adoção de medidas essenciais para o desenvolvimento humano sem comprometer a natureza

Da Redação
05/09/2023 - 06:01
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Estudante da rede municipal de Aparecida recebe prêmio em concurso de redação

A Escola Municipal Guiomar Rosa de Oliveira, no Jardim Maria Inês, em Aparecida de Goiânia, entregou nesta segunda-feira, 04, premiação a aluna Livia Emanuelly Oliveira dos Anjos. A estudante do 5º ano conquistou o 2º lugar no concurso de redação do Programa de Educação Ambiental (PEA), que ocorre em nível municipal e também em nível nacional.

Lívia elaborou uma redação abordando a importância da adoção de medidas essenciais para o desenvolvimento humano sem comprometer a natureza. No texto, a menina cita ações que podem contribuir para a preservação do meio ambiente.

“É uma honra contribuir o desenvolvimento educacional das nossas crianças e saber que nossa aluna é um destaque e motivo de orgulho para nós. O apoio dos professores Dayana e Juliano tem sido muito importante para inspiração dos alunos. Nossa escola tem esse compromisso de incentivar a leitura, a escrita e a educação ambiental”, afirmou a diretora da escola, Keila Pereira.

A aluna comemorou o recebimento da premiação. “Fiquei muito feliz de participar, ganhar esse prêmio e escrever sobre o nosso compromisso com o meio ambiente. É um dever nosso cuidar da natureza com responsabilidade”, afirmou Lívia Emanuelly.

Ela ganhou um troféu e uma medalha em reconhecimento à sua conquista. Além disso, recebeu um incentivo no valor de R$ 200,00 (duzentos reais), doados por professores da instituição.

“Nossa escola tem esse compromisso de educar as crianças para a garantia de um futuro melhor. A gente tem trabalhado a conscientização ambienta por meio da escrita, da leitura e com incentivo. Todos os nossos alunos são incentivados a serem cidadãos responsáveis e preocupados com o nosso planeta”, afirmou a professora Dayana Menezes.

A dinâmica do projeto contou com apoio das coordenadoras Sônia Carvalho Nunes e Elessandra Fernandes Schalch, além da Karla Oliveira e Flávia Simone.