Frentes de recapeamento seguem trabalhando em ritmo acelerado em Aparecida

Ao todo serão recuperados mais de 300 quilômetros de malha asfáltica em todas as regiões do município

Da Redação
27/06/2024 - 06:08
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Frentes de recapeamento seguem trabalhando em ritmo acelerado em Aparecida

Ao todo serão recuperados mais de 300 quilômetros de malha asfáltica em todas as regiões do município

As obras de recapeamento asfáltico em Aparecida de Goiânia continuam em ritmo acelerado. Esta semana os serviços estão concentrados nas Avenida das Mangueiras na Vila Alzira, Eixo Primário no Polo Empresarial Goiás e Avenidas Brasil Central e W-6 na Chácara São Pedro. Nesta última via, a Prefeitura e está inserindo, em parte da pista, revestimento em concreto. Nas demais vias a malha asfáltica está sendo refeita com modo de fresamento, que é a retirada total do asfalto antigo e inserida uma nova capa asfáltica, dando maior durabilidade.

“Nosso trabalho consiste e dar mais durabilidade e melhorar a trafegabilidade em nossas ruas. Com a malha asfáltica mais consistente, a pavimentação não sofre tanto também no período chuvoso, reduzindo os buracos e dando maior segurança aos condutores. E nos locais como a W6, que requer o pavimento mais rígido, entramos com a pavimentação de concreto, ainda usados com menor frequência, mas muito eficientes. Isso lógico, só foi possível com a parceria das empresas da região, beneficiando a todos”, pontuou o prefeito Vilmar Mariano.

Na Avenida W-6, de acordo com a secretaria de Infraestrutura, a frente de trabalho consiste na remoção por inteiro das imperfeições da pavimentação, removendo a base antiga e inserindo uma nova base com mais terra, e a massa asfáltica nova. Em frente às concreteiras que estão instaladas na região, a pista terá concreto, evitando o afundamento do solo com o fluxo intenso dos caminhões carregados.

“A determinação foi de que todas as ruas recapeadas tenham mais durabilidade, por isso em algumas regiões foi necessário o fresamento do asfalto, tirando a capa velha e colocando uma nova, reduzindo o aparecimento de buracos de forma constante por um grande período”, reforçou o superintendente de Infraestrutura de Aparecida, Carlos Renato.

Diretor de uma das Empresas parceiras da implementação do asfalto de concreto, Bernardo Aquino, falou da importância do recapeamento na Avenida. “Esse trabalho que a prefeitura desenvolveu junto conosco aqui na região é fundamental. Estamos fazendo um pavimento rígido de concreto aqui no trecho entre as concreteiras, pois o antigo pavimento estava bastante deteriorado, pois não suportava o fluxo dos caminhões daqui e que vem das pedreiras. Agora é uma estrutura de mais de 30 anos, praticamente definitivo”, enfatizou.

INVESTIMENTO

O serviço de recapeamento faz parte do pacote de investimentos de R$ 505 milhões do Programa Aparecida 100 anos, lançado em março deste ano. Além do recapeamento de dezenas de bairros, o programa inclui a pavimentação de 17 setores, construção de bueiros celulares e eixos estruturantes.

Coordenado pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), o projeto já executou mais de 100 kms de recapeamento de vias. “Essas melhorias na infraestrutura viária são essenciais para o desenvolvimento econômico e para a qualidade de vida dos nossos moradores. A determinação do prefeito Vilmar é levar o serviço por todos os bairros”, finalizou Carlos Renato.

Cronograma de recapeamento

Entre as avenidas já contempladas estão Bela Vista (entre a BR e a 4ª Radial), Rio Verde (entre a GO-040 e a 4ª Radial, na divisa com a Avenida São Paulo, atrás dos Correios), Colonizadores, Tapajós e Rudá, dentre outras ruas na Vila Brasília, além dos bairros Veiga Jardim I, II e III, as avenidas Graça Aranha, V-1, V-3, V-5, Zoroastro Artiaga e Rua Josefina Ludovico, no Bairro Ilda. Também foram executados serviços na avenida São João (Nova Era), Rua Damasco (Nova Era com Maria Inês).

Outra parte da cidade que está recebendo recapeamento é o bairro Cidade Livre e também a Vila Alzira e Jardim Mont Serrat, além do Jardim Imperial. No setor Cidade Livre, todas as ruas do setor serão recapeadas nos próximos 45 dias. As obras já começaram e devem chegar a 30 quilômetros de vias recapeadas. O investimento é de R$ 3,5 milhões do caixa do município. Também estão sendo beneficiadas ruas da região da Vila Maria, Residencial Cândido de Queiroz e Parque Santa Cecília. As obras de recapeamento contemplam ainda ruas do Setor Garavelo e do Jardim Tropical, além do Goiânia Park Sul.