Gracinha inaugura a Central Atendimento Mais Empregos de Goiás

A unidade segue as diretrizes do Goiás Social, por meio da Secretaria de Estado da Retomada, concentrando em um só espaço todo o atendimento necessário para gerar emprego e renda, seja por meio das vagas abertas no mercado de trabalho ou ainda pelo empreendedorismo.

Da Redação
29/04/2023 - 05:39
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Gracinha inaugura a Central Atendimento Mais Empregos de Goiás

Visando ampliar a geração de emprego, autonomia das famílias goianas e crescimento econômico do Estado, a coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e presidente de honra da OVG, primeira-dama Gracinha Caiado, inaugurou a Central de Atendimento Mais Empregos do Governo de Goiás.

A unidade segue as diretrizes do Goiás Social, por meio da Secretaria de Estado da Retomada, concentrando em um só espaço todo o atendimento necessário para gerar emprego e renda, seja por meio das vagas abertas no mercado de trabalho ou ainda pelo empreendedorismo.

MAIS EMPREGOS

Localizada na esquina da Avenida Araguaia com a Rua 15, no Centro de Goiânia, a unidade está em local estratégico para receber o cidadão em busca de emprego. Na central, o trabalhador faz o currículo, recebe treinamento, pode ser inscrito em cursos profissionalizantes gratuitos, é encaminhado a até quatro vagas de emprego, tem acesso a empréstimo sem aval e sem juro se houver o desejo de empreender, além do atendimento da Ouvidoria Social e do Crédito Social para a população em situação de vulnerabilidade.

Inauguração da Central de Atendimentos Mais Empregos
Primeira-dama Gracinha Caiado durante inauguração da Central de Atendimento Mais Empregos do Governo de Goiás, em Goiânia

“Estamos fazendo a ponte entre as pessoas que querem trabalhar com aquelas pessoas que querem dar emprego. Como o governador Ronaldo Caiado diz muito bem, nenhum trabalho no social é mais importante do que o emprego. E aqui seguimos na retomada do emprego, principalmente para aquelas pessoas mais vulneráveis que tanto precisam de uma oportunidade”, pontuou Gracinha Caiado.

Serviços

A central conta ainda com atendimento para entrada em seguro desemprego, emissão da carteira de trabalho, emissão da carteira do artesão e salas de apoio para empresas executarem o recrutamento. No evento desta quinta, o secretário da Retomada, César Moura, anunciou que está sendo discutido um convênio para oferecer gratuitamente bilhetes de ônibus ao cidadão que precisa ir até a empresa realizar a entrevista de emprego.

“Nossa missão é entender as dificuldades que o trabalhador tem para chegar até a vaga de emprego. Se é a qualificação, nós damos. Se é o currículo, nós fazemos. Se é o vale transporte, nós queremos resolver também. Com as entrevistas sendo feitas aqui na central, nós vamos reduzir muito esse problema”, afirma César Moura. Ainda segundo o titular, a estimativa é de que atualmente existam 250 mil postos de trabalho abertos em Goiás. “Precisamos ocupar essas vagas, porque isso trava o crescimento econômico do nosso Estado”, completou.

Desde que foi criado pelo Governo de Goiás em 2020, o Mais Empregos já beneficiou 219.634 trabalhadores, em 90 municípios goianos, com requalificação e recolocação no mercado de trabalho. Além das vagas cadastradas individualmente pelos empresários, o programa faz a captação com entidades parceiras, como a Associação Comercial, Industrial e Serviços de Goiás (Acieg), Adial Associação Pro-Desenvolvimento (Adial) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio).

Crédito

A geração de renda por meio do empreendedorismo está entre os focos da Central Mais Empregos, que possui atendimento em duas frentes. Através do Programa Mais Crédito, o cidadão que deseja abrir o próprio negócio pode fazer o curso de qualificação na área de interesse e ter acesso a um financiamento de até R$ 5 mil sem juro e sem necessidade de aval.

“Certa vez, cheguei em Americano do Brasil e um rapaz que tinha feito o curso de cabeleireiro me disse assim: ‘primeira-dama, eu fiz o curso, mas não tenho dinheiro pra comprar as escovas e as ferramentas que eu preciso’. E eu vi que ele tinha toda razão. Foi assim que sentamos e criamos o Mais Crédito e o Crédito Social, tornando possível o sonho de muitos goianos de gerar a sua própria renda”, contou Gracinha Caiado.

O Crédito Social atende as pessoas com cadastro ativo no CadÚnico do Governo Federal que se formam nos cursos profissionalizantes dos Colégios Tecnológicos do Estado. Por meio desse programa, é transferido o valor de até R$ 5 mil, que não será cobrado posteriormente, para que a pessoa possa investir ou até mesmo abrir uma microempresa. “Mais de 70% das pessoas que receberam o Crédito Social do Governo de Goiás mudaram suas vidas por meio dele”, comemora a primeira-dama.