Gustavo Mendanha encosta em Caiado e eleição deve ter 2º turno em Goiás

Pesquisa do Instituto AtlasIntel mostra Caiado com 40,8%, Gustavo 24,9%, Vitor Hugo 14,3% e Wolmir Amado com 6%

Da Redação
14/09/2022 - 10:26
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Gustavo Mendanha encosta em Caiado e eleição deve ter 2º turno em Goiás

Pesquisa do Instituto AtlasIntel mostra Caiado com 40,8%, Gustavo 24,9%, Vitor Hugo 14,3% e Wolmir Amado com 6%

Se as eleições fosse hoje, o segundo turno seria disputado entre o governador Ronaldo Caiado (UB) e o ex-prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha (Pratiota). É o que mostra a pesquisa AtlassIntel, que traz Ronaldo Caiado com 40,,8%, o ex-prefeito Gustavo Mendanha com 24,9%, o deputado federal Vitor Hugo (PL) com 14,3% e o ex-reitor da PUC-GO Wolmir Amado (PT) com 6%.

Os números da AtlasIntel divergem frontalmente daqueles apresentados pela última pesquisa Serpes/O Popular. Pelo Serpes, Caiado tem 53,9% das intenções de votos, sou seja, 13,1 pontos percentuais a menos que a pesquisa AtlasIntel.

Gustavo Mendanha surge com 24,9% na pesquisa AtlasIntel, contra 19,2% na Serpes, desta maneira, considerando as duas pesquisas, Gustavo aparece com 5,7 pontos percentuais a mais na pesquisa Atlas do que na Serpes.

O mesmo ocorre com os demais candidatos. Wolmir Amado salta de 2,2% na Serpes para 6% na Atlas, ou seja, quase 4 pontos percentuais a mais. Vitor Hugo sai de 4,7% para 14,3% ou dez pontos percentuais a mais na comparação entre os dois levantamentos.

Cíntia Dias, do PSOL, obteve 1,4% na Serpes e 1,1% na Atlas;  Edigar Diniz, do Novo, tinha menos de 1% na Serpes e registrou 0,6% na Atlas; o    Professor Pantaleão, do Unidade Popular,  recebeu menos de 1% das citações na Serpes e 0,7% na Atlas, assim como a professora Helga, que somou 0,5% na Atlas.

Considerando que a soma dos números dos candidatos de oposição chega a 48,1%, ante 40,8% de Ronaldo Caiado, a pesquisa AtlasIntel aponta para a realização de um segundo turno nas eleições para o governo do Estado, contrariando o levantamento do Serpes e de outros institutos de pesquisa, que analisam um cenário com chances de decisão da disputa já no primeiro turno em favor do atual governador.

A pesquisa ouviu 1609 eleitores entre o período de 04 a 08 de setembro e foi registrada no TSE com o protocolo GO-03072/2022. A AtlasIntel tem um histórico de acertos nas últimas eleições presidenciais nos Estados Unidos(2020)  e também no último pleito na Colômbia (2022). A margem de erro é de 2,2 pontos para + ou para -, nível de confiança de 95%m com 1.609 entrevistas feitas entre 04 a 08 de setembro.