Os europeus não querem mais trabalhar?

O que ocorre é que os moradores dos países europeus mais ricos estão preferindo mais tempo livre

Da Redação
18/03/2024 - 10:24
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Os europeus não querem mais trabalhar?

Reportagem do site alemão DW mostra que o  trabalho nunca foi tão popular e acessível na União Europeia. Em países como a Alemanha, sobra emprego.

A questão é que os moradores dos países europeus mais ricos estão preferindo mais tempo livre. Ou seja, a Alemanha pode até ter a taxa de emprego bem alta, acima de 80%.

Mas a média de horas trabalhadas no geral está caindo. Um dos motivos é que muita gente está preferindo vagas de período reduzido. Os países mais ricos tentam descobrir o que fazer.

Na Alemanha, por exemplo, o governo oferece mais creches, alívios ficais e horas de trabalho mais flexíveis. Além de estar buscando mão de obra no exterior. Um desafio, até porque especialistas dizem que essa é uma tendência.

A chamada geração “baby boomer” – nascida até meados dos anos 1960 na Europa – está se aposentando. E as gerações seguintes não querem trabalhar tanto.

Um estudo da Câmara da Indústria e Comércio apontou o seguinte: mais de 60% dos empregadores veem a nova geração de alemães como desmotivada e pouco flexível.

Outra pesquisa mostrou que jovens de entre 18 e 24 anos daqui prefeririam ficar desempregados a manter um emprego que não gostam.