Pesquisa Genial/Quaest: ACM Neto lidera, mas apoio de Lula a outro candidato altera eleição

Da Redação
23/03/2022 - 16:04
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Pesquisa Genial/Quaest: ACM Neto lidera, mas apoio de Lula a outro candidato altera eleição

Pesquisa Genial/Quaest divulgada na manhã desta quarta-feira (23) sobre a disputa pelo governo da Bahia mostra liderança folgada do ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil), com vitória no primeiro turno.

Se as eleições fossem realizadas hoje, ele teria 66% dos votos, ante 5% do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), 4% do secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues (PT) e 2% do investigador da Polícia Civil Kleber Rosa (Psol). Em um cenário sem João Roma, o percentual de ACM Neto chega a 69%.

 

“A vantagem atual de ACM Neto é explicada pelo seu alto grau de conhecimento no Estado e seu baixo nível de rejeição. Mas o baixo desempenho do candidato do PT pode estar escondendo seu potencial quando for apoiado por Lula e os ex-governadores, Rui Costa e Jacques Wagner”, explica em seu perfil no Twitter o diretor da Quaest e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Felipe Nunes.

Enquanto somente 9% dos entrevistados dizem não conhecer ACM Neto, esse índice chega a 82% em relação a Jerônimo Rodrigues. O apoio do ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva também poderia alterar o cenário: 48% dizem que poderiam mudar o voto caso o candidato a governador fosse apoiado por ele.

Outras figuras do PT no estado aparecem como padrinhos políticos importantes. O apoio do atual governador Rui Costa faria com 39% mudassem o voto e 33% mudariam de posição caso o atual senador e ex-governador Jacques Wagner indicasse um candidato.

Quando apresentado o nome de Jerônimo Rodrigues associado ao apoio de Lula, seu percentual de votos pula de 4% para 37%, enquanto o índice de ACM Neto, apresentado como independente, baixa de 66% para 43%. O apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL) leva João Roma de 5% para 9%.

genial/quaest bahia

Pesquisa mostra Lula com 62%

Na disputa presidencial, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem 62% de intenções de voto, mais de quatro vezes o percentual de Bolsonaro, segundo colocado com 15%. Ciro Gomes (PDT) aparece com 5%, enquanto Sergio Moro (Podemos) e André Janones (Avante) têm 3%.

Em relação à avaliação do governo Bolsonaro, 62% classificam a gestão de forma negativa, enquanto 13% a veem como positiva. A pesquisa mostra ainda que para 79% dos entrevistados o atual presidente não merece ser reeleito.

A pesquisa Genial/Quaest na Bahia foi realizada entre quarta e sábado da semana passada (16 a 19) e contou com 1.140 entrevistas domiciliares em 64 municípios. A margem de erro é de 2,9 pontos percentuais e 95% de confiabilidade. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA- 06141/2022.