Por hora morrem duas crianças menores de 5 anos de covid no Brasil

Médico destacou a alta mortalidade de crianças por covid-19 no país

Da Redação
05/07/2022 - 09:11
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Por hora morrem duas crianças menores de 5 anos de covid no Brasil

Em entrevista hoje (4) para a Rádio Brasil Atual, o infectologista Gonzalo Vecina, fundador da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), destacou a alta mortalidade de crianças por covid-19 no país.

O médico ressaltou à jornalista Marilú Cabañas que duas crianças menores de cinco anos morreram por complicações da infecção pulmonar.

Diante deste cenário, Vecina a necessidade de o governo agir para apressar a vacinação nesta faixa etária.

“É importante que a Anvisa acelere a aplicação da vacina em crianças. Ela, sem dúvidas – temos este dado –, protege contra a doença viral”, disse, sobre a segurança do imunizante, que é aplicado amplamente em todo o mundo em crianças. “É preocupante a morte de crianças. É essencial acelerar a vacinação”, reforçou.

 

Covid-19 no Brasil

Boletim Infogripe divulgado hoje (4), pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), revelou que o país passa por uma retomada no crescimento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) no Brasil. Entre os casos registrados, 77,6% são de covid-19, de acordo com a entidade.

A análise foi feita entre 19 e 25 de junho. a prevalência entre os casos com resultado positivo para vírus respiratórios foi de 2,4% para influenza A, 0,1% para influenza B, 7,6% para vírus sincicial respiratório (VSR) e 77,6% para Sars-CoV-2 (covid-19). Entre as mortes registradas no período, a presença destes mesmos vírus entre os positivos foi de 1% para influenza A, 0,1% para influenza B, 1,4% para vírus sincicial respiratório (VSR) e 94,5% para Sars-CoV-2 (Covid-19).