Por que extremistas mentem nas tragédias humanitárias?

É preciso responsabilizar todos os criminosos, um por um, pelo mau uso de sua "liberdade de expressão"

Da Redação
09/05/2024 - 08:20
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Por que extremistas mentem nas tragédias humanitárias?

Por Christian Lynch

 

Para sustentar o ódio que radicaliza o eleitorado, a extrema-direita precisa semear dia e noite a desconfiança contra as instituições democráticas (“comunistas”).

A catástrofe é obra de Deus ou do diabo, cada um que se vire, ou com a ajuda da igreja ou dos empresários. Por isso, a ação eficaz do Estado nessas ocasiões é perigosíssima para a extrema-direita. Porque a solidariedade é a ação do Estado produz a confiança entre o eleitorado e o governante democrático e as instituições.

Dai porque o extremismo precisa mentir 24 horas por dia, para lançar por teorias da conspiração a desconfiança sobre o trabalho dos agentes do Estado, para evitar a confiança nas e a dependência das instituições. Durante a pandemia da COVID 19 foi a mesmíssima coisa . É preciso responsabilizar todos os criminosos, um por um, pelo mau uso de sua “liberdade de expressão”.