Prefeito Rogério abre 1ª Jornada Cultural e Paradesportiva de Goiânia, no Jardim Novo Mundo

“Incentivamos o Paradesporto e trabalhamos para garantir dignidade às pessoas”, diz prefeito Rogério, ao abrir 1ª Jornada Cultural e Paradesportiva de Goiânia

Da Redação
27/10/2023 - 11:47
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Prefeito Rogério abre 1ª Jornada Cultural e Paradesportiva de Goiânia, no Jardim Novo Mundo

Iniciativa integra o circuito cultural em celebração aos 90 anos da Capital e ocorre no espaço da 2ª edição do Mutirão de Goiânia em 2023, no Jardim Novo Mundo

O prefeito Rogério abriu, na manhã desta sexta-feira (27/10), a 1ª Jornada Cultural e Paradesportiva de Goiânia. A iniciativa faz parte do circuito cultural em comemoração aos 90 anos da Capital. O evento, que ocorre no espaço do Mutirão, no Jardim Novo Mundo, tem como objetivo dar visibilidade ao Paradesporto, assim como às pessoas com deficiência que praticam as modalidades.

“Incentivamos o Paradesporto e trabalhamos para garantir dignidade às pessoas. Uma deficiência não incapacita a pessoa de fazer o que ela gosta ou o que ela quer. Por isso, a Prefeitura de Goiânia trabalha para que essas pessoas tenham e mantenham a sua qualidade de vida por intermédio do esporte”, assinalou o prefeito.

Antes da abertura da solenidade, o prefeito visitou uma turma do EJA que alfabetiza idosos dentro da estrutura do CRAS, localizado na Praça George Washington, no Jardim Novo Mundo. No local, são atendidos 22 estudantes de 60 a 85 anos.

“Ontem estivemos em Brasília, no Ministério dos Esportes, na Secretaria Nacional do Paradesporto, para buscar um projeto importante. Goiânia terá um núcleo para atender crianças com grau 1, 2 e 3 com atividades esportivas. Goiânia está no cenário nacional do esporte e do Paradesporto”, destacou o titular da Secretaria Municipal dos Esportes (SMESP), Danilo Rabelo.

O professor André Carneiro, servidor da SMESP, elogiou a iniciativa da Prefeitura de Goiânia de incentivar a prática do Paradesporto. “Assim, eles movimentam a própria vida e sentem orgulho de estar passando por um desafio. Eu, por exemplo, sou professor de natação e muitos alunos entram com muito medo da água. Com treino, eles conseguem passar pelas barreiras se superar”, apontou o professor.

Diretor de Paradesporto da SMESP, João Batista Turibio de Sena aponta que a jornada apresenta à população goianiense o programa permanente da pasta. “Nosso desejo é que a família que tenha uma pessoa com deficiência procure a secretaria para que ela seja praticante de esporte em uma das modalidades oferecidas”, explicou.

Ampla oferta
Atualmente são sete núcleos, com sete modalidades, espalhados pela cidade, com 150 inscritos, da iniciação até o alto rendimento. São disponibilizadas vagas nas modalidades: natação, badminton, goalball, tênis de mesa, futebol com crianças com síndrome de down, basquete com cadeira de rodas e vôlei sentado.

Atualmente, o projeto conta com atletas que são destaque em rankings internacionais, em modalidades como badminton. “Goiânia tem no seu programa atletas que já se destacam internacionalmente, por exemplo, os atletas do futebol de cegos que participam da seleção brasileira de base”, assinalou João Turibio.

O cronograma inclui atividades paradesportivas nas modalidades: badminton, goalball, tênis de mesa, futebol com crianças com síndrome de down, basquete com cadeira de rodas, vôlei sentado; e apresentações culturais de ballet, capoeira, dança e teatro.

Fotos: Jucimar Sousa