Prefeitura de Aparecida anuncia construção do Centro Cultural Quilombola na Vila Delfiore

Complexo oferecerá cursos de iniciação artística e aulas de capoeira e musicalidade, e terá ainda feiras gastronômicas para valorizar a culinária quilombola

Da Redação
12/10/2023 - 08:21
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Prefeitura de Aparecida anuncia construção do Centro Cultural Quilombola na Vila Delfiore

Complexo oferecerá cursos de iniciação artística e aulas de capoeira e musicalidade, e terá ainda feiras gastronômicas para valorizar a culinária quilombola

A Prefeitura de Aparecida, através da Secretaria de Cultura, lançou nesta quarta-feira (11) a construção do Centro Cultural Quilombola, na Vila Delfiore. Com mais de 107 m² de área construída, o complexo terá espaço de convivência, cozinha, sala da diretoria, depósitos, banheiros acessíveis e área de lazer com pista de caminhada, bancos e lixeiras.

A obra está orçada em R$ 401.673,52. Desse montante, R$ 240.555 foram repassados pelo Governo Federal, através de emenda parlamentar do deputado federal Professor Alcides. A Prefeitura de Aparecida irá destinar outros R$ 161.121.

Responsável pela execução do projeto, a Secretaria de Cultura estima que a obra será entregue em fevereiro de 2024. No Centro Cultural Quilombola serão implantados cursos de iniciação artística e ministradas aulas de capoeira e musicalidade. O complexo também sediará feiras gastronômicas para valorizar a culinária quilombola.

O Centro Cultural Quilombola vai beneficiar moradores da Vila Delfiore, Jardim das Cascatas, Jardim Tiradentes, Alto da Boa Vista e outros bairros da região. “Será também um grande centro de eventos aqui, para a comunidade local, para os moradores do quilombo e para todo o povo de Aparecida”, acrescentou Huarlen Clécio, que representou o prefeito Vilmar Mariano no lançamento da obra.

Marcos Alcântara, secretário de Cultura, afirmou que o Centro Cultural Quilombola será referência para outros municípios em todo o Brasil. “É um grande marco para valorizar a cultura afro-brasileira. As expressões culturais que os quilombolas terão aqui serão de grande valor para as cidades.”

A presidente da Associação Quilombola de Aparecida de Goiânia, Maria Lúcia Ferreira, disse que já vê o Centro Cultural como um “diamante negro”, um espaço muito estimado por ela e pela comunidade da Vila Delfiore. “Com a dignidade e a importância que o secretariado [municipal] nos atende todos os dias, nós vamos construir tudo na paz do Senhor Jesus”, resumiu a líder comunitária.

O lançamento da obra contou com participação dos vereadores Domingos Rodrigues (que representou a Câmara Municipal), Erivelton Contador e Amendoim.