Quilombo São Benedito resiste em Manaus

Quilombo do Barranco de São Benedito, reconhecido oficialmente em 2014, sofreu pressões com a urbanização desenfreada em Manaus e a especulação imobiliária de comerciantes que invadiram o espaço de comunhão da comunidade negra (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real).

Da Redação
27/02/2023 - 12:39
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Quilombo São Benedito resiste em Manaus

 

 Nicoly Ambrosio

É estudante finalista do curso de jornalismo na Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e fotógrafa independente residente na cidade de Manaus. Como repórter, escreve sobre cultura e direitos humanos. Já expôs trabalhos fotográficos no Festival de Fotografia de Tiradentes (Tiradentes/MG, 2020) e Galeria do Largo (Manaus/AM, 2020). De 2020 a 2022, participou do projeto de Treinamento no Jornalismo Independente e Investigativo da Amazônia Real.