STF condena três réus por tentativa de golpe de Estado no dia 08/01

Réus foram apenados com 17 anos de reclusão

Da Redação
15/09/2023 - 10:15
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

STF condena três réus por tentativa de golpe de Estado no dia 08/01

Na noite desta quinta-feira, a Corte decretou a pena do terceiro deles, Matheus Lima de Carvalho Lázaro, condenado a 17 anos de prisão. Além da prisão, Matheus Lázaro deverá ressarcir o Estado brasileiro – junto a outros investigados – no valor de R$ 30 milhões, em decorrência de sua participação na depredação das sedes dos três Poderes, em Brasília.

Matheus foi condenado pelos crimes de associação criminosa armada, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, tentativa de golpe de Estado, dano qualificado pela violência e grave ameaça e deterioração de patrimônio tombado. Residente em Apucarana (PR), o réu foi preso ainda na Esplanada dos Ministérios portando um canivete, após deixar o Congresso Nacional.

Matheus Lázaro tem 24 anos e possui domicílio em Apucarana (PR).

Segundo réu

Também nesta quinta-feira (14), o STF condenou Thiago de Assis Mathar a 14 anos de prisão, por ter cometido cinco crimes durante as invasões dos prédios públicos em 8 de janeiro. Thiago tem 43 anos e é da cidade de São José do Rio Preto (SP).

O primeiro a votar foi o relator do processo no STF, o ministro Alexandre de Moraes, que fixou a sentença em 14 anos e descreveu os cinco crimes praticados por Mathar.

Mathar, que está preso no presídio da Papuda, no Distrito Federal, foi flagrado pelas câmeras durante a invasão ao Palácio do Planalto. Para o advogado do criminoso, “ele participava de uma manifestação pacífica” e entrou no prédio para “se abrigar”.

Todos os ministros votaram pela condenação de Mathar. Contudo, Kássio Nunes concordou apenas com os crimes patrimoniais. André Mendonça e Luís Roberto Barroso votaram pela absolvição no crime de associação criminosa armada.

Primeiro réu condenado

Também nesta quinta-feira (14), o STF confirmou a condenação do primeiro réu julgado por participação nos atos golpistas de 8 de janeiro em Brasília. O bolsonarista Aécio Lúcio Costa Pereira, 51 anos, morador de Diadema (SP), foi condenado a 17 anos de prisão. Ele foi condenado por cinco crimes: associação criminosa armada, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado e deterioração de patrimônio tombado.

Julgamentos já previstos

Neste primeiro momento, o STF deve julgar quatro dos extremistas envolvidos na invasão e depredação dos prédios dos três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro deste ano. No total, o Supremo admitiu, nos últimos meses, a abertura de processos contra 1.395 pessoas, que se tornaram rés.

Além dos três já condenados nesta quinta-feira (14), ainda será julgado pelo STF o réu Moacir José dos Santos, 52 anos, oriundo de Foz do Iguaçu (PR).

Edição: Rodrigo Chagas, BdF