Temporais deixam um saldo de 19 mortos em São Paulo

Da Redação
31/01/2022 - 04:39
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Temporais deixam um saldo de 19 mortos em São Paulo

As chuvas que caíram no estado de São Paulo entre sexta-feira (28) e domingo (30) causaram ao menos 19 mortes registradas, além de muitos estragos e desmoronamentos. Cidades da região metropolitana da capital estão entre as mais atingidas.

Em Franco da Rocha, quatro pessoas morreram vítimas de deslizamentos de terra. Em Várzea Paulista, a equipe de Defesa Civil informou cinco mortes decorrentes de um desabamento, sendo quatro delas de uma mesma família.

Em Embu das Artes, três óbitos foram registradas, depois que um deslizamento de terra atingiu uma casa. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma mãe e dois filhos foram soterrados. Também morreram outras quatro pessoas em Francisco Morato e uma em Arujá. No interior paulista, houve uma vítima em Jaú (a 287 km da capital) e uma em Ribeirão Preto (a 313 km).

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da prefeitura paulistana, até o fim da tarde deste domingo já havia chovido na cidade o total esperado para todo o mês de janeiro (de 255 mm).

As chuvas em São Paulo ainda provocou a interdição da linha 7-rubi da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) neste domingo. Os trens deixaram de circulam entre as estações Caieiras e Francisco Morato. A empresa precisou acionar o sistema Paese para atender passageiros com ônibus gratuitos.

A campanha de vacinação contra a covid-19, que estava prevista para ocorrer em seis parques da cidade de São Paulo e em duas farmácias na Avenida Paulista, foram suspensas neste domingo. A imunização será retomada nesta segunda-feira (31).

A rodovia Anhanguera, uma das principais estradas entre a capital e o interior de São Paulo, chegou a ser totalmente interditada no km 30, em Cajamar, ainda na Grande SP. A liberação da última pista ocorreu às 15h22, segundo a concessionária CCR AutoBan.

Capital alagada

O Corpo de Bombeiros da cidade de São Paulo informou que durante a madrugada deste domingo recebeu seis chamados por desabamentos ou desmoronamentos, três por alagamentos e 47 por quedas de árvores.

No Ipiranga, Zona Sul da capital, uma cratera de cinco metros foi aberta pela erosão causada pela água.

Em todo o município, diversos bairros ficaram sem luz, principalmente na Zona Sul, em função do desligamento de uma linha de alta tensão que alimenta a região. De acordo com a Enel, a queda de uma árvore de aproximadamente 30 metros causou o desligamento.

Fonte: Rede Brasil Atual