UBS Anhambi realiza avaliações médicas em mais de 290 homens

Ao longo deste mês, são ofertadas na unidade avaliações e consultas sem necessidade de agendamento. Mobilização teve também manhã de palestras, atividades físicas e sorteios de brindes

Da Redação
29/11/2023 - 09:21
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

UBS Anhambi realiza avaliações médicas em mais de 290 homens

Ao longo deste mês, são ofertadas na unidade avaliações e consultas sem necessidade de agendamento. Mobilização teve também manhã de palestras, atividades físicas e sorteios de brindes

Como parte da mobilização do Novembro Azul, mês dedicado à promoção da saúde masculina com foco na prevenção de doenças e no estímulo ao autocuidado, toda a rede da Secretaria de Saúde de Aparecida (SMS) tem realizado eventos alusivos ao tema. Na manhã desta terça-feira, 28, foi a vez da comunidade atendida pela Unidade Básica de Saúde (UBS) do Residencial Anhambi ser beneficiada com uma atividade externa na Praça da Avenida 21 de Abril com a Rua 37 (Jardim Tiradentes).

Ao longo do mês, a equipe da UBS flexibilizou as agendas para acolher os homens, ofertando avaliações médicas e consultas de maneira facilitada para incentivar o público masculino a cuidar da saúde. Os resultados obtidos foram positivos, contabilizando, apenas de 1º a 28 de novembro, mais de 290 atendimentos para pacientes de 20 até acima de 80 anos de idade.

No encontro desta terça na praça próxima à UBS, os profissionais se juntaram a dezenas de usuários, mulheres e homens, numa manhã educativa e descontraída. Dentre os temas abordados, foi dado destaque para o câncer de próstata, o mais incidente no sexo masculino depois do câncer de pele não melanoma e o segundo que mais mata, atrás apenas do de pulmão. As palestras ainda trataram do autocuidado e da importância dos hábitos saudáveis para uma vida mais plena e segura.

Além disso, houve orientações sobre os cuidados relativos à saúde mental, às infecções sexualmente transmissíveis e às doenças crônicas como a hipertensão e a diabetes. E mais: foram feitas atividades físicas, rodas de conversas, distribuição de preservativos, triagem para avaliações médicas na UBS sem agendamento para os homens, distribuição de sucos de frutas e sorteios de cestas básicas e de kits do Boticário, cuecas e meias.

Prevenção e confiança da comunidade

“O ano inteiro, com maior ênfase nos meses temáticos, atuamos em toda a cidade estimulando a cultura da prevenção. No caso do Novembro Azul, consideramos o fato de que os homens têm mais doenças cardíacas, diabetes, câncer e têm a pressão arterial mais elevada do que as mulheres porque cuidam mal da própria saúde e só procuram ajuda quando já estão doentes. Por isso, eventos educativos e com ações diferenciadas são excelentes estratégias para ajudar a conscientizar a população. Já está comprovado que a detecção precoce de doenças contribui para uma melhor expectativa de vida e com maior percentual de cura, às vezes de até 90%”, afirmou o secretário de Saúde Alessandro Magalhães.

Diretor da UBS Anhambi há mais de 4 anos, João Pedro Batista ressaltou que a ação na Praça marca um mês inteiro de atividades em prol da saúde integral masculina: “Trabalhamos nessa mobilização na sensibilização deste público. O foco da Atenção Básica é cuidar da prevenção e vemos aqui hoje muitas mulheres. Nesse caso, elas são replicadoras, vão levar informações para maridos, filhos, parentes e amigos que não vieram. Nossa equipe é eficiente e dedicada, acreditamos que não basta estar dentro da UBS, é preciso ir onde o povo está e estreitar sempre os laços de confiança com a comunidade. ”

Dentre as palestras, a da enfermeira Camyle Santos frisou a importância fundamental de hábitos preventivos tais como a realização de testes e exames que precisam ser realizados com frequência (Hemograma completo, exame da próstata em caso de indicação médica, verificação de pressão arterial, dosagem da glicemia e do colesterol, exame de urina e atualização da carteira vacinal, dentre outros). Ela enfatizou: “Para nossas famílias e amigos nós somos insubstituíveis, únicos e especiais. Vamos evitar o pior cuidando da saúde por nós mesmos e também por aqueles que amamos e que precisam de nós. ”

Bons exemplos  

“Como diz aquela música, é preciso saber viver”, garantiu Ricardo da Silva Vieira, 38 anos, morador do Jardim Ibirapuera. Após participar das atividades na Praça, ele contou que é “consciente com a saúde. Faço consultas de rotina na UBS Anhambi, sou preocupado com a prevenção de doenças, ainda mais as graves, e já conheço toda a equipe. Faço os exames que pedem, sou bem atendido e já entendi que é muito melhor viver com tranquilidade. ”

O enfermeiro Sérgio Reis de Souza, morador do Jardim Alto Paraíso e que trabalha na assistência aos atletas do Goiás Esporte Clube, foi ao evento falar sobre saúde masculina e esporte. Ele também tirou dúvidas dos presentes e reforçou que “todos devem adotar, ao máximo possível, hábitos simples e saudáveis como praticar atividades físicas regularmente, evitar o fumo e o álcool e buscar uma alimentação equilibrada. Eu me cuido por mim e porque preciso dar o exemplo. E tudo sem deixar de lado o bem-estar mental e o carinho com as pessoas queridas, que é também indispensável para uma vida mais satisfatória. ”

Mobilização ampla e planejada

Para a realização deste mês de cuidados concentrados com o público masculino, a equipe da UBS Anhambi faz um esforço conjunto e planejado. Estão envolvidos diretamente nos trabalhos as agentes comunitárias de Saúde Alessandra Pinheiro, Andréia Rodrigues, Andréia Sousa, Carla Poliana, Cláudia Maria, Floreni Pereira, Gasparina Rodrigues, Glaucirene Fagundes, Helena Maria, Ivone Rosa, Katiuscia Meire, Maria José, Silvana da Silva, Simone da Silva, Sirlene Gonçalves, Stael Dias e Thayara Pereira; As servidoras Elisangela Neves, Elenice Maria, Janda Dias, Laura Dourado, Maria Elena, Patricia Silva e  Wander Sales; O gestor João Pedro Batista; As técnicas de enfermagem Thaís de Oliveira, Vanessa Borges, Kathelin Gomes, Lucia Vania e Rivia Bueno; As auxiliares de Saúde Bucal Leila Lopes, Leuza Rodrigues e Rosileide Dourado; As enfermeiras Elaine Borges e Camyle Santos; As odontólogas Gabriela Pereira e Natalia Evangelista; A nutricionista Laura Rezende e os médicos Cadmiel Fagundes, Kassita Alvarenga e Geovana Figueiredo.