Vilmar Mariano determina a realização de três fóruns do ‘Agenda Aparecida’

Projeto visa elaborar orçamento e atualização do Plano Diretor e do Código de Posturas, além de estabelecer planejamento de políticas públicas de longo prazo para o município

Da Redação
28/02/2024 - 13:51
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Vilmar Mariano determina a realização de três fóruns do ‘Agenda Aparecida’

Projeto visa elaborar orçamento e atualização do Plano Diretor e do Código de Posturas, além de estabelecer planejamento de políticas públicas de longo prazo para o município

O prefeito Vilmar Mariano coordenou nesta terça (27), na sede da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), reunião com o setor produtivo e representantes de entidades de classe para preparar o projeto Agenda Aparecida, que é uma articulação entre poder público, sociedade civil organizada e o mundo acadêmico para pensar os próximos anos da maior cidade do Centro-Oeste brasileiro, com exceção das capitais.

A iniciativa da Prefeitura de Aparecida, por meios das secretarias de Comunicação, Planejamento e Fazenda, visa promover de forma democrática e transparente as discussões sobre o Plano Plurianual (PPA) e a revisão do Plano Diretor e do Código de Posturas.

As universidades – UFG, IFG, UEG e PUC Goiás – participam da comissão científica juntamente com a Prefeitura e o Grupo Jaime Câmara, que envolverá todos os veículos de comunicação para mobilizar a comunidade.

As 11 macrozonas foram divididas em três fóruns e em cada edição será realizada uma pesquisa quantitativa para balizar os debates. O primeiro encontro será dia 21 de março e englobará as macrozonas Santa Luzia, Expansul e Zona da Mata.

O segundo está previsto para ocorrer no dia 11 de abril e será sediado nas macrozonas Garavelo, Buriti Sereno e Alto Paraíso. O terceiro ocorrerá em 6 de junho e envolverá as macrozonas Centro, Cidade Livre, Papillon e Vila Brasília.

“Nós do poder público precisamos sempre ouvir a população e quem faz a cidade de Aparecida se desenvolver cada vez. Por isso, fiz questão de me reunir com o setor produtivo e as entidades da sociedade civil organizada para que a gente possa projetar a Aparecida que queremos para todos”, afirmou Vilmar.

O atual prefeito de Aparecida lembrou que Maguito Vilela e Gustavo Mendanha também promoveram a Agenda Aparecida e que agora o fórum volta para ser um espaço de decisão sobre o PPA e a revisão do Plano Diretor e do Código de Posturas.

Representante do Grupo Jaime Câmara, a executiva Gizeli Oliveira ressaltou o propósito de discutir coletivamente políticas públicas que impactem o futuro da cidade. “É um projeto de envolvimento mesmo com a sociedade para discutir as pautas, e conta com estudos, debates e pesquisas científicas nas macrozonas de Aparecida.”

“Este projeto foi iniciado em 2009, com o então prefeito Maguito. Levamos a cidade a um outro patamar desde então. A parceria entre a gestão municipal, a sociedade civil organizada e a Academia, juntamente com o Grupo Jaime Câmara, deu bons frutos para nossa cidade. Antes da pandemia retomamos essa discussão sobre o futuro de Aparecida, na gestão do ex-prefeito Gustavo Mendanha. E agora retomamos o debate, por determinação do prefeito Vilmar”, pontuou o secretário de comunicação, Ozeias Laurentino Junior.

O secretário da Fazenda, Einstein Paniago, afirmou que o Agenda Aparecida cumpre legalmente a exigência da realização das audiências públicas e amplia o debate sobre a cidade. “A gestão do prefeito Vilmar vai além do cumprimento da lei e abre um fórum importante de debate com a sociedade, demostrando transparência na concepção das políticas públicas”, afirmou o secretário.

Instituições parceiras da iniciativa

Entidades classistas como a Aciag, a seccional aparecidense da Ordem dos Advogados do Brasil, o Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRC-GO), o Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU-GO) e o Conselho Regional de Economia, além do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia e Região Metropolitana (Codese), também somam forças com o município para realizar o Agenda Aparecida.

A seccional da OAB-GO em Aparecida foi representada por seu presidente, Sebastião Justo, assim como o CRC-GO, com sua presidente, Sucena Hummel. O CAU-GO esteve representado pela conselheira Camila Dias e Santos, e o Conselho Regional de Economia, pelo conselheiro Luiz Batista Alves.

O presidente da Aciag, Max Coelho, aprovou o modelo colaborativo proposto pela gestão municipal. “Parabéns à Prefeitura de Aparecida pela transparência e pela iniciativa de somar todas essas forças no planejamento da nossa cidade.”

Euler Morais, assessor especial do Governo de Goiás, representou o vice-governador Daniel Vilela na reunião. Ele avaliou a iniciativa como democrática e afirmou que o programa já começa bem ao identificar as necessidades e potencialidades da cidade. “O gestor público precisa ter sintonia permanente com a população, com a comunidade”, acrescentou Euler.

O presidente da Codese, Carlos Alberto Júnior, assegurou: “Tem muita surpresa boa vindo para Aparecida em função do poder público e dessa parceria com o setor privado, o empresariado e com a população em geral”.

Aceno do setor produtivo

A reunião foi prestigiada também por ex-presidentes da Aciag, num aceno do setor produtivo à disposição de colaborar no Agenda Aparecida. Osvaldo Zilli foi um deles. Considerado um dos maiores empresários de Aparecida, ele declarou: “A gente só ganha quando joga junto e todo mundo vai para o mesmo lado, que é o lado do bem.”

José Luiz Celestino, outro ex-presidente da Aciag, pontuou as habilidades dos líderes envolvidos na execução do programa. “São grandes líderes, pensadores que querem o melhor para Aparecida de Goiânia. Eles se juntaram pelo interesse em ver uma Aparecida cada vez melhor.”

O também ex-presidente da Aciag Marcos Alberto Luiz de Campos contextuou o relacionamento mantido pela Prefeitura de Aparecida com o setor produtivo. Ele afirmou que, com o apoio do poder público, a iniciativa privada tem conseguido superar todos os entraves para construir o Polo Aeronáutico Antares, que é um dos seus empreendimentos.

“Aquilo que nasceu para ser um aeroclube, um aeroporto simples para pequenas aeronaves, se tornou um aeroporto parrudo, preparado para receber grandes aviões, como o Boeing 737-800”, comemorou Marcos Alberto sobre o complexo da aviação executiva e de cargas que está sendo construído na região leste de Aparecida.

Histórico do Agenda Aparecida

O Agenda Aparecida é um projeto idealizado pelo ex-prefeito Maguito Vilela, que governou Aparecida de Goiânia de 2009 a 2016. A iniciativa foi reeditada e executada pelo também ex-prefeito Gustavo Mendanha, que sucedeu Maguito, e segue ativa agora na gestão do prefeito Vilmar Mariano. O primeiro dos três fóruns desta edição será realizado no 21 de março, na região do Santa Luzia, contemplando também o Expansul e bairros vizinhos.

Autoridades presentes

A reunião de hoje na Aciag teve participação ainda dos secretários municipais Einstein Paniago (Fazenda), Felismar Martins (Indústria e Comércio), Ozéias Laurentino Júnior (Comunicação), Luiz Maronesi (Companhia de Desenvolvimento de Aparecida) e Fábio Camargo (Procuradoria -Geral do Município).